Análise Técnica Funciona com Criptomoedas?

Análise Técnica Funciona com Criptomoedas?

Essa é uma questão muito debatida entre investidores e traders.

Existem duas escolas de pensamento com filosofias diferentes em relação a investimentos em ativos financeiros, como é o caso do Bitcoin e de outras criptomoedas.

Na raiz dessa divergência está o tipo de análise na qual se apoiam as decisões:

  • Análise Fundamentalista: é um método de avaliação que mede o valor intrínseco de uma criptomoeda ou de uma ação. Estuda-se tudo, desde a economia geral e condições da indústria até à condição financeira e administração desses projetos. Lucros, despesas, objetivos e obstáculos são características importantes para fundamentalistas;
  • Análise Técnica: é estudado o histórico do preço, tentando identificar padrões que ajudem a fazer previsões ponderadas sobre futuros comportamentos desse histórico. Analistas técnicos não tentam medir o valor intrínseco de uma moeda e privilegiam gráficos do preço e outros indicadores técnicos.

Importante Ressaltar

Essas são as duas escolas padrões, mas isso não quer dizer que ambas as análises não possam se misturar, e por fim, apoiar uma a outra. Nesse caso teremos a nomenclatura de Análise Mista.

Se optar por fazer análise técnica, deverá ter ao seu dispor várias ferramentas, como as que lhe apresentamos ao longo deste artigo.

1. A Análise Técnica Funciona?

Sim, a análise técnica funciona.

Prova disso é o fato de ser uma ferramenta muito utilizada por milhões de traders em todo o mundo para conseguirem lucros, sendo que muitos vivem exclusivamente disso.

No entanto lembre-se que viver apenas do trading é complicado e reservado para aqueles que realmente são especialistas nessa atividade.

Um conceito chave aqui é a grande volatilidade que existe nos preços de todas as criptomoedas.

Embora, por um lado, não seja boa para a adoção em grande escala das criptomoedas, para quem faz trading é excelente.

É devido à grande volatilidade desse mercado que é comum ver o preço de uma moeda ter grandes variações, tornando-se uma excelente oportunidade para os investidores.

Na comunidade “crypto” existem muitos traders que conseguem juntar uma boa quantidade de dinheiro por conseguirem ter ganhos consistentes ao fazerem trading com criptomoedas.

O nosso objetivo é lhe dar os conhecimentos necessários para que, com alguma força de vontade, possa fazer o mesmo.

2. Como Fazer Análise Técnica?

Em primeiro lugar, é muito importante que aprenda a analisar um gráfico de preço.

Esses gráficos de preço refletem todo o desenrolar das movimentações do preço (e não só) de uma criptomoeda, quase como se contassem uma história.

Brevemente explicando o gráfico abaixo, a criptomoeda mostrou ter caído para negociar na região de liquidez antiga, entre 45mil e 50mil dólares. O viés é altista e supús dois cenários, um altista e um lateral, podendo ser sobretudo uma ótima região de compra, veja como aconteceu:


Além do preço, em plataformas como a TradingView, por exemplo, você tem acesso a uma série de outros indicadores que lhe ajudam a tomar decisões de forma gratuita.

Um dos mais simples é o volume, que permite calcular a popularidade de uma criptomoeda com base no número de compras e vendas em um dado período.

Se você prender a utilizar o volume para tomar decisões, perceberá que é possível até antecipar movimentos de preço com base na informação que esse indicador lhe dá.

Outro indicador que pode utilizar em análise técnica é o RSI – Índice de Força Relativa (Relative Strength Index).

RSI Overbought Oversold
Zonas “Overbought” e “Oversold” — tradução “Sobrecompra” e “Sobrevenda”

O RSI permite concluir se o preço de uma moeda está demasiado baixo (sobrecompra) ou demasiado alto (sobrevenda).

Esse indicador oscila entre uma escala de 0 a 100, sendo que os valores de 30 e 70 são normalmente considerados os sinais de uma reversão iminente do mercado.

Uma enquete feita pelo CoinDesk aos seu usuários sobre o indicador mais útil em trading concluiu que o volume e o RSI são as escolhas mais populares.


Em terceiro lugar ficaram as Moving Averages, ou Médias Móveis, que são indicadores técnicos muito simples, mas que trazem grande valor à análise técnica. Eles dão excelentes sinais de inversões de tendência no preço de uma criptomoeda, com base no cruzamento de médias.

Com esses indicadores, já terá ferramentas suficientes para dar os primeiros passos no mundo da análise técnica.

Assim poderá tomar decisões mais informadas na hora de investir.

3. Como Gerenciar o Risco?

Fazer uma boa análise técnica pode significar a diferença entre conseguir um lucro de 10% ou de 30%.

Nessa altura estará pensando:

“Se posso lucrar 10% ou 30%, então também posso perder essa mesma quantidade!”

É verdade. Para a análise técnica funcionar é de extrema importância ter noção da gestão de risco!

Por isso mesmo deve saber:

A gestão de risco é o “molho secreto” de quem consegue ter sucesso fazendo trading com base na análise técnica. As suas prioridades devem ser sempre as seguintes, por ordem de importância:

  1. Preservar o seu capital inicial (não ter perdas);
  2. Fazer crescer esse investimento (ter lucro).

Nunca deverá iniciar um trade com a possibilidade de perder uma quantia significante do seu capital inicial. Deve sempre estabelecer um valor no qual encerra a trade para evitar perdas maiores.

Outras dicas importantes são:

  • Fazer um saída parcial também é uma boa estratégia visando diminuir o risco de uma operação que já andou a favor;
  • Se o preço andou contra a sua operação, não modifique seu stop-loss, e assuma a perda antes que isso vire uma bola de neve negativa;
  • Procure sempre negociar do ponto A ao ponto B, evite sair da sua estratégia.

4. Controle Emocional no Trading

Pode parecer um assunto secundário e não merecedor de importância, mas isso está longe da verdade.

Fazer trading é uma experiência que nos sujeita a uma “montanha-russa” de emoções. É preciso ter uma frieza calculista para não ser afetado pelo nervosismo. É sabido que no mercado a o sucesso está 25% atrelado a técnica e 75% atrelado ao emocional.

A capacidade de manter disciplina, de ser paciente, de deixar lucros correrem e de cortar perdas rapidamente são características inerentes a todos os traders de sucesso.

Mais fácil dito do que feito. Por isso precisa ter um plano de ação estruturado com regras (como o stop-loss) e ser fiel a ele.

Todos os traders sofrem perdas, por isso é essencial saber lidar com elas. O objetivo não é não perder, mas sim conseguir ter ganhos consistentes a longo prazo.

5. Conclusão

Este artigo faz uma introdução às noções básicas, mas essenciais sobre análise técnica em trading com Bitcoin e com outras moedas.

A análise técnica funciona, mas sozinha não é suficiente para atingir o sucesso no mercado das criptomoedas. Você deve gerir cuidadosamente o seu investimento e ter disciplina.

Ter essa base de conhecimento bem estabelecida é um excelente ponto de partida para quem quer fazer trading com criptomoedas.

Juntando todos esses princípios, a utilidade da análise técnica pode ser resumida da seguinte forma:

É uma ferramenta que pode ajudar a antecipar o comportamento mais provável do preço de uma moeda, e juntamente com gestão de risco, obter proveito financeiro com as suas variações.

Para ganhar prática com esses e outros conceitos, pode experimentar a IQ Option, que oferece uma conta de demonstração grátis e que permite treinar antes mesmo de utilizar dinheiro real.

Autor
Gabriel Fauth
Gabriel Fauth

Gabriel Fauth é Top Trader e Gerente de Crescimento no TradingView. Atua no mercado financeiro há mais de 5 anos, depois de começar a operar com criptomoedas ainda em 2015. Já negociou Forex e mercado de derivativos no Brasil, mas hoje é principalmente holder de criptomoedas. Escreve para o Criptofy sobre análise técnica.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *