Tron (TRX) – O Que É e Onde Comprar Tron? É Uma Fraude?

Tron (TRX) – O Que É e Onde Comprar Tron? É Uma Fraude?
Sigla

TRX

Rating FCAS

A

Algoritmo

Delegated Proof-of-Stake

Minerável

Não

Onde Comprar

A criptomoeda Tron, conhecida pela sua sigla TRX, tem constantemente competido para estar no Top 10 desse mercado.

É uma das criptomoedas mais midiáticas, dividindo fortemente opiniões entre quem, por um lado, acredita no valor do projeto, e por outro, quem acha que a moeda não passa de fogo de palha.

Neste artigo procuramos esclarecer o funcionamento dessa criptomoeda, que é diferente do Bitcoin em alguns aspectos cruciais – e informar sobre as formas mais seguras de comprar Tron.

Comprar Tron TRX

  • IQ Option
    Melhor Corretora no Geral 🏆
  • StormGain
    Alavancagem Até 200x
  • Binance
    Centenas de Criptomoedas

1. O Que É Tron (TRX)?

O projeto dessa criptomoeda nasceu em 2017, criado por Justin Sun, atual CEO do Tron Foundation – uma empresa sem fins lucrativos sediada em Singapura.

O seu token é conhecido por Tronix (TRX). Inicialmente começou como um token ERC20. Ou seja: existia na blockchain do Ethereum.

Porém em 2018 o Tron concluiu com sucesso o lançamento da sua própria blockchain.

A criptomoeda Tron tem como objetivo construir um ecossistema descentralizado de conteúdo de entretenimento, que facilite a criação e partilha desse conteúdo.

1.1 Um passo atrás…

Tron TRX Modelo de Negócio

Para contextualizar melhor, é preciso recuar e perceber o modelo de negócio das plataformas de entretenimento que lideram o mercado atual.

Plataformas como o YouTube alojam o conteúdo produzido pelos nossos criadores favoritos (streamers, youtubers, séries, músicas, etc.), que podemos posteriormente acessar e consumir durante horas!

O que ganham essas plataformas com isso?

O acesso a esse conteúdo pode ser gratuito ou dependente de uma subscrição mensal ou compra de serviço.

Sem esquecer que, caso seja gratuito, estamos sempre sujeitos aos anúncios – que já sabemos que podem ser chatos e invasivos.

Parte do lucro gerado é depois partilhado com os criadores dos conteúdos, sob os termos determinados pelas plataformas que alojam o conteúdo.

No entanto, essas plataformas têm grande poder de controle sobre o conteúdo e sobre os seus respectivos criadores.

Google
A Google é responsável por uma grande parcela dos conteúdos na internet.

Elas controlam todas as variáveis que determinam as possíveis visualizações e lucros gerados por esses conteúdos, recorrendo a um modelo de negócio centralizado.

E isso pode ser um problema.

Têm sido cada vez mais frequentes as críticas de criadores de conteúdo, que demonstram a sua insatisfação em relação às políticas de censura e de desmonetização do conteúdo que é colocado nessas plataformas.

O mesmo se aplica a lojas de aplicativos – um mercado atualmente dominado pela Apple e pela Google, que fabricam os sistemas operacionais de praticamente todos os celulares e tablets.

google play & apple store - lojas de aplicações

1.2 Dois passos à frente?

Recorrendo às características inovadoras da blockchain, o TRON pretende aproximar a relação entre os consumidores e os criadores de conteúdo.

Essa proximidade é criada ao eliminar elementos intermediários desse processo.

Os intermediários em questão são as tais plataformas de entretenimento que controlam e que recebem uma parcela “gorda” dos lucros pertencentes aos criadores dos conteúdos.

Resumidamente:

A falha do modelo de negócio atual que o TRON pretende explorar é a centralização do tráfego de entretenimento que existe na Internet.

Esses conteúdos são majoritariamente controlados por um pequeno número de grandes empresas como Google, Facebook, Amazon e afins, que por sua vez controlam plataformas como o YouTube, Twitch, Google Play, etc.

2. Como Funciona Tron (TRX)?

Tron TRX Criptomoeda Arquitetura
Arquitetura do Tron.

Essa ilustração representa a arquitetura atual desse projeto, que está dividida em 3 camadas:

  1. Aplicativos: desenvolvedores podem criar e instalar aplicativos descentralizados, bem como criar e personalizar os seus próprios tokens na blockchain do Tron;
  2. Core: aqui estão as componentes principais do protocolo, como os smart contracts, software development kits (SDK) e outros módulos que são usados na criação dos aplicativos descentralizados;
  3. Armazenamento: o Tron aplica um modelo de armazenamento de dados distribuído na sua blockchain, que permite um rápido processamento e atualização.

Para atingir esses objetivos, o protocolo do TRON pretende tirar proveito da tecnologia peer-to-peer (P2P) e da blockchain.

A blockchain do TRON utiliza o algoritmo de consenso conhecido como Delegated Proof-of-Stake – um algoritmo derivado do Proof of Stake que permite aos holders de TRX gerarem um rendimento passivo.

Isso quer dizer que, ao comprar TRX, você pode armazená-los em uma carteira que permite que faça staking das suas moedas. Dessa forma, você é recompensado frequentemente com mais TRX pelo seu contributo para a rede do Tron.

DICA 💡
Generic

Consulte o nosso guia de staking para saber mais sobre como ganhar um rendimento passivo com criptomoedas.

A blockchain do Tron tem, alegadamente, a capacidade de processar 2.000 Transações por Segundo (TPS). Um número bem maior em relação às 7 TPS da rede da Bitcoin. Contudo essas informações não foram ainda verificadas por outras entidades.

2.1 Algumas parcerias

O TRX pode ter vários usos graças às parcerias que tem surgido, sendo algumas delas:

  • Peiwo – Uma rede social também fundada por Justin Sun, frequentemente designada como o Snapchat da China;
  • Game.com – O Tron criou uma parceria com essa plataforma de jogos online de forma a estender a sua presença no setor de jogos;
  • Gifto – Uma plataforma descentralizada em que é possível oferecer brindes virtuais.

Os anúncios e rumores de parcerias sempre contribuíram para a polêmica que envolve esse projeto, e que leva muitos entusiastas do mundo crypto a apelidarem o TRON de “shitcoin”, por culpa dessas táticas de marketing agressivo.

No entanto é seguro afirmar que o Tron é uma criptomoeda com excelente posicionamento para explorar o mercado asiático das redes sociais e de entretenimento. O volume de tráfego é gigante!

Como é que um vídeo desses teria mais de 220 milhões de visualizações?

Pois…é mesmo um público muito grande.

2.2 WINk

É na blockchain do Tron que reside um dos dApps com maior adesão: o WINk, antes conhecido como TRONbet.

WINk é uma plataforma descentralizada de jogos de cassino e de apostas, que permite aos apostadores usarem TRX. Desenvolvedores podem podem criar jogos, para depois serem recompensados de acordo com o sucesso dessa criação.

WINk Tronbet

Esse dApp é um dos maiores, não só na blockchain do TRON, mas em todo o mercado. Conta com uma média de 10 mil usuários por semana, movimentando 1.351 biliões de TRX (dados de Maio de 2019).

2.3 Aquisição da BitTorrent

Em 2019 o Tron comprou a BitTorrent (BTT), uma criptomoeda criada na blockchain do Tron e com uma visão alinhada com o objetivo da descentralização da internet.

2.4 A personificação do projeto

O CEO do TRON, Justin Sun, é uma reconhecida “cripto-celebridade”. Aos 28 anos junta ao seu CV cargos como Chief Representative da Ripple, CEO da BitTorrent e, claro, CEO do Tron.

Justin Sun Tron TRX
Justin Sun foi distinguido na lista da ForbesAsia’s 30 under 30” aos 27 anos de idade.

Justin é um dos grandes motivos pelo qual essa criptomoeda tem um perfil tão recheado de polêmicas. A sua personalidade e comportamento nas redes sociais são notórios, particularmente pelas suas táticas de marketing.

Alguns consideram-no um exemplo a ser seguido, enquanto outros o apelidam de “impostor”.

Apesar do que as pessoas possam pensar, a verdade é que o TRON é uma das criptomoedas com maior presença na comunicação social – algo que influencia sempre o preço de uma moeda.

Uma prova da força da presença social dessa moeda é o fato de, neste momento, ser a única que já conta com quase 1 milhão de Likes no Facebook.

Presença da Tron em redes sociais
Presença do TRON em redes sociais. Fonte: CoinGecko

3. Como Comprar Tron (TRX)?

O Tron (TRX) está disponível em algumas das principais plataformas recomendadas pelo Criptofy, que lhe permitem comprar Tron de forma prática e segura.

3.1 Comprar Tron em uma corretora

Plataformas de investimento online como a IQ Option facilitam imenso o investimento em criptomoedas.

Ao investir através de uma corretora descarta-se a necessidade de configurar carteiras virtuais (wallets) para manter as suas cripromoedas seguras, algo que é recomendado no caso de comprar em uma bolsa.

Por esse motivo, o processo de compra e venda torna-se bastante simples.

Comprar Tron TRX na IQ Option
IQ Option permite comprar e negociar Tron com facilidade.

Além de outras vantagens, esta corretora ainda lhe fornece ferramentas chamadas CFDs.

Com CFDs você pode lucrar tanto com as subidas como com as descidas do preço das criptomoedas, ao contrário de outras opções. Esse é dos poucos tipos de investimento em que isso efetivamente acontece.

3.2 Comprar Tron em uma bolsa

Se, por outro lado, os entraves técnicos não lhe desmotivam, pode optar por comprar Tron diretamente em uma exchange.

Tron está disponível na Binance, uma das bolsas de criptomoedas mais populares do mundo.

Essa é a opção recomendada se quiser fazer staking de de Tron.

Aviso importante: 

Algumas fontes de informação alertam para alguns esquemas fraudulentos que promovem lucros garantidos ao investir nessa e noutras criptomoedas. Não acredite em nada que garanta retornos, porque muito provavelmente será uma fraude.

4. Valor do Tron (TRX)

4.1 Valor do Tron desde o começo

Na data do seu ICO, em setembro de 2017, um TRX custava aproximadamente US$ 0,002. Ou seja, menos de 1 centavo por TRX!

O preço do Tron atingiu o máximo histórico de US$ 0,254 em janeiro de 2018, o que representou, na altura, um crescimento de 125 vezes do valor inicial!


Desde aí houve uma grande correção no seu preço, que afetou o mercado todo de criptomoedas no início de 2018.

4.2 Valor do Tron em 2020

Em 2019 o Tron desvalorizou cerca de 30%, fechando o ano valendo aproximadamente US$ 0,013.

O valor do Tron voltou a subir nos primeiros meses de 2020, mas esse movimento foi interrompido com a chegada do novo coronavírus, que afetou todos os mercados, incluído o das criptomoedas.

No entanto, isso tem vindo a mudar.


Desde que atingiu o seu mínimo anual de US$ 0,007 em março, a criptomoeda tem vindo a valorizar progressivamente, tendo disparado em agosto para máximos anuais.

5. Conclusão

Os objetivos do TRON (TRX) são sem dúvida ambiciosos:

Descentralizar o modelo de negócio de grandes empresas tecnológicas e devolver o poder aos criadores de conteúdos seria sem dúvidas um feito revolucionário.

Com tudo o que já mostrou até hoje, pode se afirmar com alguma confiança que não se trata apenas de uma shitcoin.

Ainda assim, será bom ver o resultado final de algumas das parcerias já conseguidas para perceber de forma mais concreta aquilo que o Tron poderá alcançar.

Reconhecemos que, tal como muitos outros nesse mercado, esse projeto ainda está em uma fase inicial, apesar da grande rede de contatos empresariais que já angariou.

Autor
Lucas Lynch
Lucas Lynch

Lucas é um apaixonado pelos mercados financeiros desde que se lembra. Mas a crise de 2008 ajudou-o a perceber como eles podem ser implacáveis para quem não tem um portfólio diversificado. Por isso se forçou para aprender sobre novos mercado. É particularmente fã de Tecnologia e da forma como ela está mudando os investimentos.

Dúvidas Frequentes

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *