Como Investir em Ações? Vale a Pena? Aprenda o Que São Ações!

As ações são uma das formas de investimento mais antigas e populares que existem. De acordo com alguns historiadores, a negociação de ações em bolsa remonta à Roma antiga, com o collegium mercatorum.

Ao mesmo tempo, as ações são, por definição, o ativo de eleição de milhares de investidores.

Neste artigo lhe explicamos por quê?

Aprenda o que são ações, como investir de forma simples e prática, quais as principais vantagens e como selecionar uma ação.

✓ Ganhar com Crescimento da Economia
✓ Contornar a Inflação
✓ Acesso a Ativos de Todo o Mundo
✓ Fácil de Comprar e de Vender
✓ Bom Desempenho Histórico
✕ Risco Moderado
✕ Requer Tempo e Dedicação

1. O Que São Ações?

Vamos direto ao termo técnico:

Uma ação é uma parte representativa do capital de uma empresa registrada sob a forma de Sociedade Anônima.

Pense em uma ação como um pedaço de uma empresa.

Ao investir em ações você passa a ter um interesse mais direto no destino da empresa em que investiu, já que pode ganhar ou perder de acordo com o seu sucesso ou insucesso.

Como Investir em Ações
Capital da empresa aberta é dividido pelos acionistas.

Ao detentor de uma participação no Capital Social de uma empresa, seja a título individual ou coletivo, chamamos de acionista.

Antigamente uma ação era representada por um título em papel, prova da propriedade de parte do capital da empresa a que se referia.

Como investir em ações - papel
Alguns exemplos de ações em papel.

Atualmente, graças à revolução tecnológica e para maior comodidade dos investidores, as ações são representadas por registros contabilísticos nas plataformas em que são negociadas.

1.1 Importância para as empresas

Neste momento você poderá estar se questionando:

Mas então por que as empresas precisam de ações?

É simples:

Habitualmente as necessidades de financiamento são um dos principais motivos.

Muitas empresas optam por abrir o seu capital, pois essa é uma forma alternativa de garantirem a entrada de dinheiro fresco, seja para assegurarem as suas necessidades de tesouraria ou para fazerem investimentos.

As ações também são uma forma de garantir que os trabalhadores de uma empresa estão mais comprometidos.

Ou seja:

Se você tiver ações da empresa para a qual trabalha, poderá se beneficiar diretamente dos resultados positivos dela.

Logo, tem um incentivo maior para alcançar resultados.

1.2 Que tipos de ações existem?

Se a ação em causa for emitida por uma entidade de capital aberto, essas ações são negociadas numa bolsa de valores.

As ações mais comuns de serem transacionadas em bolsa são as ações ordinárias, que podem conferir ao acionista o direito a um dividendo da empresa da qual tem títulos.

Mas há mais…

Entre elas as principais são:

  • Ações Preferenciais: ações com prioridade sobre as ações ordinárias na distribuição de dividendos;
  • Ações com/sem direito de voto: que podem conferir ao detentor o direito de se fazer representar na Assembleia-Geral;
  • Ações convertíveis: são convertidas em ações ordinárias em uma data específica;
  • Golden Shares: ações com privilégios especiais previstos nos estatutos da empresa;
  • Ações próprias: ações ordinárias da própria empresa readquiridas e mantidas na carteira de investimento da empresa;
  • Ações cotadas: ações que foram objeto de uma Oferta Pública de Venda e se encontram admitidas a cotação.

No contexto da negociação em Bolsa, também existem outros instrumentos além das ações.

Entre eles destacam-se os Índices, as Obrigações ou os ETFs, entre outros.

2. Por Que Investir em Ações?

Há alguns motivos que podem levá-lo a ter ações. Mas o mais provável é que as tenha porque quer ganhar dinheiro.

É normal. É o objetivo da maioria das pessoas.

Por que outro motivo você haveria de ter ações? Ok… Pode ter recebido ações da empresa onde trabalha ou ter comprado ações do seu clube de futebol.

Mas vamos ser sinceros…

Trazer emoções para o campo dos investimentos é uma das últimas coisas que quer fazer.

Dito isso, olhamos para 5 vantagens de se investir em ações.

2.1 Lucrar com o crescimento da Economia

Isso é particularmente relevante em períodos de expansão.

Ou seja:

Se a Economia global estiver crescendo, é natural que as empresas acompanhem esse progresso.

O crescimento econômico cria emprego, o que gera mais rendimento e, por consequência, mais vendas. Quanto mais as pessoas ganharem, mais vão gastar e mais as empresas vão ganhar.

Naturalmente isso faz com que as empresas tenham lucros maiores, contribuindo para a valorização das suas ações e para o enriquecimento de quem as detém.

2.2 Contornar a inflação

Se você quer ganhar dinheiro, o primeiro passo é não perdê-lo, certo?

Devido à inflação, o dinheiro que tem parado no banco está constantemente perdendo valor.

Por quê?

Ora, se os preços sobem anualmente, mas o dinheiro que tem no banco tiver um juro de depósito inferior à inflação, então esse dinheiro está perdendo valor.

Mas não se engane: as ações têm risco.

Por esse motivo, é claro que não deve trocar todo o seu dinheiro por ações.

Mas, se uma parte do dinheiro que tem destinado a investimentos for colocado em ações, então essa pode ser uma boa forma de conseguir um rendimento.

Historicamente as ações têm dado um retorno médio anual de 10%.

Enquanto isso, a inflação no Brasil em mais de duas décadas foi em média de 6,4%, como mostra o gráfico abaixo.

Inflação Brasil
Taxa de inflação no Brasil.

Isso mostra que as ações têm, em média, um retorno superior ao valor da inflação.

Ou seja:

Se bem calculado, você pode ver as ações como uma forma de diminuir o efeito da inflação.

2.3 Facilidade de investir

Uma das grandes vantagens desse mercado é a facilidade de investir.

Nem sempre foi assim, mas hoje em dia você dispõe de diversas soluções para se inscrever e começar a negociar em poucos minutos.

Você pode fazê-lo totalmente online e em segurança, já que existem soluções, como a eToro ou a IQ Option, que são reguladas e transparentes na relação com o usuário.

2.4 Trabalhar de casa

Essa é apenas reservada para os mais habilidosos.

Mas sim, é possível.

Com perseverança e com os conhecimentos certos, você pode fazer dessa a sua profissão.

Como Investir em ações
Trabalhar de casa é possível em trading de ações.

Vai precisar de muita disciplina e rigor. Mas já existem investidores que fazem dessa atividade uma profissão.

No entanto, antes de querer fazer do trading um hábito, tenha atenção em relação a quais erros a evitar.

2.5 Fácil de sacar o seu dinheiro

Uma vez que muitas das plataformas para investir em ações funcionam inteiramente online, você também terá facilidade em sacar o dinheiro que investiu em ações.

A maioria disponibiliza modalidades de depósito direto na conta em até 3 dias e com taxas tendencialmente baixas ou até inexistentes.

Se utilizar um cartão de crédito ou débito para investir em ações, o dinheiro será depois depositado na conta associada.

Além disso, é comum as corretoras também aceitarem que faça o saque em contas como PayPal, Neteller ou Skrill.

Modalidades disponíveis para sacar dinheiro na IQ Option.

É claro que isso aumenta a comodidade para o investidor, que assim pode ter acesso mais fácil à liquidez necessária para melhor gerir os seus investimentos.

3. Como Investir em Ações?

Ser bem sucedido nesse mercado exige tempo e dedicação, tal como aprofundaremos mais à frente.

Ou seja:

Você vai precisar de dedicação para se informar sobre os mercados e as estratégias de investimento. E não espere resultados do dia para a noite: isso não vai acontecer. Por isso também não deve se desmotivar se não começar logo a ter os resultados que deseja.

Outro requisito fundamental é a sua banca inicial, o montante com o qual vai começar a investir.

Quanto dinheiro deve investir?

Não há uma resposta certa. Isso vai sempre depender de pessoa para pessoa. Mas uma dica importante é a seguinte:

Nunca invista mais do que aquilo que está disposto a perder!

Com essa nota em mente, estará protegido contra riscos maiores, já que fará com que tenha uma estratégia mais conservadora perante os mercados. Isso é algo particularmente relevante quando está começando.

Por fim, vai ainda precisar de uma boa plataforma de investimento.

Hoje em dia é muito mais fácil investir em ações através das corretoras online. Você pode criar uma conta em poucos minutos e começar a negociar.

3.1 Melhores corretoras para investir em ações

eToro

Por ter uma interface amigável, a eToro é uma das melhores escolhas para iniciantes. Além disso, essa corretora tem uma política de 0% comissões quando compra ações.

A eToro também tem uma forte componente de social trading.

Ações - eToro Copiar Pessoas
eToro permite que você copie outras pessoas.

Ou seja:

Se você quiser investir, mas não tiver todo o tempo que gostaria, pode copiar outras pessoas.

E a melhor parte é que as pessoas que decide copiar são totalmente escolhidas por você.

Pode, por exemplo, escolher uma pessoa que:

  • É do Brasil;
  • Investe apenas em ações;
  • Tem um retorno médio de 10%.

Dessa forma você tem um maior controle sobre os seus investimentos.

Se for bom o suficiente pode também escolher ser copiado.

Com isso ganha uma pequena parte dos lucros da pessoa que o está copiando, sendo uma boa forma de ganhar uma renda extra.

eToro

✓ $100.000 em Conta Demonstração
✓ Sem Comissões para Negociar
✓ Registo Rápido e Simples

IQ Option

A IQ Option é outra forte opção para quem procura investir em ações.

Tal como a eToro, permite um registro rápido e lhe dá acesso a uma conta com dinheiro fictício para começar a treinar.

Além disso, é reconhecida por tornar mais acessível a entrada de novos investidores em corretoras, já que tem um depósito mínimo de apenas US$ 10 (R$ 43,89), um dos mais baixos do mercado.

IQ Option

✓ $10.000 em Conta Demonstração
✓ Depósito Mínimo de US$ 10
✓ Registo Rápido e Simples

3.2 Investir em ações com CFDs

Em corretoras como a eToro ou a IQ Option você também pode negociar através de um instrumento chamado CFD (Contract for Difference). Em português, Contrato por Diferença.

De uma forma muito resumida, quando investe em um CFD você está a negociar com base em um ativo subjacente. Por isso o CFD pertence à classe dos derivativos.

Uma das grandes vantagens de investir em ações por meio de CFDs é que você pode lucrar tanto com a subida do mercado como com a sua descida.

Ou seja:

Em períodos de retração do mercado você não tem de ficar parado enquanto vê a sua posição perder valor.

Assim:

  • Se você acredita que o mercado vai valorizar, você pode abrir uma posição de compra e lucrar com o aumento do preço;
  • Se você acredita que o mercado vai desvalorizar, você pode abrir uma posição de venda e lucrar com a descida do preço.

Para abrir uma posição de venda, basta selecionar a opção “Vender” na tela de negociação.

Abrir posição de venda
Abrir uma posição de Venda na eToro.

Por exemplo:

Nos primeiros meses do ano, em que os mercados perderam Bilhões de Reais devido ao surto do novo Coronavírus, quem abriu uma posição de venda conseguiu lucrar enquanto o mercado caía.

No entanto, dê sempre preferência à compra de ações, uma vez que, como referimos, em plataformas como a eToro tem comissões mais baixas. Uma vez que os CFDs pagam taxas de overnight, utilize-os apenas quando quiser ganhar com a queda do mercado ou investir com alavancagem.

3.3 Posso investir em ações com pouco dinheiro?

Sim!

Essa é uma das grandes vantagens das plataformas modernas.

Você pode comprar o equivalente a uma parcela de uma ação.

Ou seja:

Se não tiver ou se não quiser comprar uma ação completa, você pode comprar apenas uma parte de uma ação e se beneficiar na mesma da sua valorização.

Imagine o que seria você querer investir na Tesla e ter de comprar uma ação completa.

Ações da Tesla
Ações da Tesla são muito populares entre millennials.

Ao preço do início de 2020, teria de investir mais de US$ 900 (cerca de R$ 4.375) para comprar uma ação!

Seria quase impossível para milhares de investidores.

Agora imagine que compra uma parcela:

  • Você investe US$ 100 na Tesla;
  • A ação sobe 10%;
  • Você ganha o equivalente a essa valorização: US$ 10.

Dessa forma é possível investir em ações com pouco dinheiro, o que ajuda a democratizar o mercado e a permitir que muitos mais investidores possam ganhar com ele.

4. Como Escolher as Melhores Ações?

Todos gostaríamos de ter comprado ações de uma grande empresa quando ainda eram baratas, certo?

Imagine o que seria comprar ações da Amazon em 2001, quando valiam pouco mais de US$ 5 (cerca de R$ 25).

No início de 2020 uma ação da Amazon já valia mais de US$ 1.775 (cerca de R$ 8.628).

Uma valorização de 35.400%!

Sim, você viu bem: mais de 35 mil porcento.

Ações Amazon
Evolução do preço das ações da Amazon.

Descobrir a próxima Amazon é a pergunta para 1 milhão de Reais.

Mas mais do que confiar em previsões de outros, aquilo que deve fazer é ter as armas suficientes para fazer as melhores escolhas de acordo com o seu perfil de investimento.

Elaboramos, por isso, uma lista de fatores a considerar antes de começar a investir em ações de uma empresa.

4.1 Defina bem os seus objetivos

Qual é o seu principal objetivo?

Fazer muito dinheiro ou preservar capital?

A pergunta é importante porque diz muito sobre o seu perfil de risco e sobre o tipo de portfólio que pretende criar.

Como investir em ações - escolher melhores
Escolhas: muitas opções, poucas certezas.

Se quiser fazer muito dinheiro, provavelmente vai ter de construir um portfólio com um risco maior, já que deverá investir em empresas que ainda não tiveram o seu “boom”.

Quanto mais espaço tiverem ainda para crescer, maior será a valorização do seu investimento.

Mas, uma vez que serão empresas mais desconhecidas, provavelmente terão também mais risco.

Por outro lado, se quiser investir em empresas mais seguras, como é o caso de uma Amazon ou Apple, terá menos pontecial de retorno, mas mais garantias de preservação do seu capital.

Uma das estratégias mais antigas e ao mesmo tempo das mais importantes tem precisamente a ver com a diversificação do seu portfólio. Pode sempre optar por ter alguns investimentos com mais risco e outros mais seguros.

4.2 Mantenha-se informado

Saber é poder.

Nesse mercado deve estar atento a todos os sinais e às informações sobre as empresas em que pondera investir ou em que já investiu.

Para escolher as melhores ações tem de ter critérios para o fazer. E a informação encaixa perfeitamente nesse capítulo.

É com isso que você vai compreender informações como as suas debilidades, as suas forças ou que planos têm para o futuro.

Fontes de informação para considerar:

  • Jornais e revistas: Financial Times, The Economist ou Wall Street Journal são grandes publicações que contam com informação de especialistas. Particularmente relevante se quer estar informado sobre as principais tendências a nível global;
  • Televisão: CNBC ou Bloomberg, caso goste de acompanhar entrevistas e debates sobre o mundo econômico;
  • Websites de referência – Informação de fácil acesso e muitas vezes aberta ao público. Considere os websites dos meios acima referidos;
  • Twitter – Uma forma fácil de interagir com outras pessoas que podem partilhar informações relevantes que você ainda não tem;
  • Reddit – Tem centenas de tópicos em que investidores de todo o mundo falam sobre perspectivas do mercado.

Quando já for especialista em recolher notícias nos meios de informação públicos, comece a explorar informações mais exclusivas das empresas.

Quais?

Os relatórios e contas disponibilizados em seus sites, por exemplo.

As empresas cotadas em bolsa têm várias obrigações de transparência e têm centros de informação aos investidores em que é possível obter muita informação relevante.

4.3 Analise técnica e fundamental

Enquanto o ponto anterior se enquadra no campo da análise fundamental, já que se baseia essencialmente na qualidade e e na solidez dos projetos, há ainda outro tipo de análise que pode ter em consideração: a análise técnica.

O objetivo da análise técnica é prever movimentos de preço com base no comportamento passado de uma determinada ação.

Para isso são analisados gráficos e comportamentos baseados em indicadores como o volume de negociação, médias de movimento ou outros tipos de padrões de comportamento.

Mas não desanime: nem todo mundo faz análise técnica.

5. Em Que Ações Investir?

Agora que já sabe como pensam os profissionais, também quer saber em que ações investir, certo?

Por muito que gostaríamos, não há uma receita milagrosa para encontrar as ações perfeitas.

Até porque, como vimos anteriormente, isso vai depender dos seus objetivos e do seu perfil de risco.

No entanto, existem áreas com maior potencial para investir do que outras.

Podem ser aquelas que têm obtido desempenhos muito bons ao longo dos anos, o que as torna opções mais seguras, ou as que estão mais na moda e que vale a pena manter sob atenção devido ao seu desempenho recente.

Compilamos, por isso, uma lista com os setores que melhores desempenhos tiveram em 2019.

Para esse exemplo vamos usar o índice S&P 500, que tem um total de 11 setores registrados e que subiu 28,5% só no ano passado.

Apesar de os exemplos abaixo mostrarem ganhos significativos, isso não significa que esses desempenhos se repitam no futuro. Além disso considere sempre que uma ação que valorizou muito durante um ano pode estar supervalorizada e não ser um bom negócio.

5.1 Semicondutores

O subsetor dos semicondutores foi o grande campeão de 2019.

Apesar de o mercado das empresas de chips ter diminuído em tamanho, as ações valorizaram, se recuperando da caída de 2018.

5.2 Serviços de crédito

O crescimento das transações cashless contribuiu para o avanço das empresas de cartões.

Visa, Amex, Mastercard e Discover cresceram acima do mercado em 2019.

5.3 Aeroespacial/Defesa

Um ano marcado pela incerteza geopolítica era o que esta indústria precisava para valorizar.

Foi o caso em 2019, com o Pentágono aumentando gastos com esse tipo de equipamento.

5.4 Equipamento eletrônico

Depois da queda no final de 2018, as ações da Apple voltaram a destacar-se em 2019, puxando o setor para cima.

Essa foi mesmo a melhor ação entre as GAFA (Google Amazon Facebook Apple).

5.5 Maquinaria diversificada

Fabricantes como a GE, Honeywell, Cummins e Danaher tiveram crescimentos de dois dígitos sólidos.

Isso apesar se o setor industrial nos Estados Unidos ter abrandado em 2019.

6. Principais Índices e Bolsas de Valores

Por todo o mundo existem índices bolsistas criados com os mais diversos critérios, para representar os melhores ativos de um determinado país ou setor.

O S&P500, que vimos anteriormente, é a abreviação de Standard & Poor’s 500 e é composto por 500 ativos cotados nas bolsas de NYSE ou NASDAQ.

Os ativos que fazem parte do índice são escolhidos pelo seu tamanho de mercado, liquidez e representação de grupo industrial.

Outros índices relevantes são os seguintes:

PaísPrincipais Índices
EUADow Jones, S&P 500, NASDAQ 100
AlemanhaDAX
Reino UnidoFTSE 100
FrançaCAC 40
ItáliaFTSE MIB
EspanhaIBEX 35
SuíçaSMI
PortugalPSI 20
EuropaEuronext 100, Euro Stoxx 50
BrasilIbovespa
JapãoNIKKEI 225
ChinaSHANGHAI 50, CSI 300
ÍndiaSENSEX
Coreia do SulKOSPI
AustráliaASX 50

7. Conclusão

Graças à digitalização, hoje em dia é muito mais fácil investir em ações.

As plataformas modernas vieram democratizar o acesso a esse tipo de investimento, sendo bastante simples criar uma conta e começar a negociar.

O mercado das ações é um mercado intenso, mas ao mesmo tempo recompensador.

Você sabe inicialmente que quanto mais tempo investir no conhecimento das empresas, maior será a sua probabilidade de sucesso.

Algo bom é que, ao mesmo tempo, vai estar muito mais informado sobre o mundo que o rodeia, percebendo o impacto que podem ter fatores como tensões geopolíticas, guerras comerciais ou epidemias.

A parte má é que isso requer tempo, desgaste emocional e, por vezes, dinheiro.

✓ Ganhar com Crescimento da Economia
✓ Contornar a Inflação
✓ Acesso a Ativos de Todo o Mundo
✓ Fácil de Comprar e de Vender
✓ Bom Desempenho Histórico
✕ Risco Moderado
✕ Requer Tempo e Dedicação

E lembre-se sempre das principais regras do mercado, segundo um dos investidores mais famosos do mundo, o norte-americano Warren Buffett.

Anote:

Regra nº1: Nunca perder dinheiro.
Regra nº2: Nunca esquecer a regra nº1.

Autor
Lucas Lynch
Lucas Lynch

Lucas é um apaixonado pelos mercados financeiros desde que se lembra. Mas a crise de 2008 ajudou-o a perceber como eles podem ser implacáveis para quem não tem um portfólio diversificado. Por isso se forçou para aprender sobre novos mercado. É particularmente fã de Tecnologia e da forma como ela está mudando os investimentos.

Dúvidas Frequentes

📌 Como investir em ações?

Pode investir em ações numa corretora como a eToro, que disponibiliza as opções mais procuradas de investimento - Ações, ETFs, Forex e Criptomoedas, entre outras. Um ponto forte na compra de Ações é que oferece uma política de 0% comissões, o que a diferencia de outras corretoras no mercado.

📌 O que são ações?

Uma ação é uma parte representativa do capital de uma empresa registrada sob a forma de Sociedade Anônima.

📌 Onde se investe em ações?

Tradicionalmente a compra e negociação de ações sempre se fez numa bolsa de valores. No entanto, a era digital trouxe muitas outras plataformas que permitiram investir de forma simples e prática.

📌 O que é um acionista?

Ao detentor de uma participação no Capital Social de uma empresa, seja a título individual ou coletivo, damos o nome de acionista.

Comentar

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *